Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2008

Tecnologia ou Metodologia

Conhecer didática e metodologia. Faz parte de quem pretende dar aulas. Temos que provocar um ambiente problematizador, e ao mesmo tempo dialógico. Onde ambos professor e alunos aprendem. A cada ano os professores tem a oportunidade de melhorar. Professor sábio ou erudito. Ou os dois. Tire você sua conclusão.(João C. Maria).

Avaliação para que? Luckesi.

Este vídeo fala sobre avaliação, no âmbito escolar.
Segundo nossas observações que são confirmadas por muitos autores, podemos responder à pergunta título deste artigo, apontando, que de modo geral serve: para classificar, castigar, definir o destino dos alunos de acordo com as normas escolares. Pode-se afirmar que a avaliação tem assumido, e já há muito tempo, uma função seletiva, uma função de exclusão daqueles que costumam ser rotulados “menos capazes, com problemas familiares, com problemas de aprendizagem, sem vontade de estudar, sem assistência familiar” e muitos outros termos parecidos.(*Vera Lúcia Camara Zacharias).
* Vera Lúcia Camara Zacharias é mestre em Educação, Pedagoga, consultora educacional, assessora diversas instituições, profere palestras e cursos, criou e é diretora do CRE.
De acordo com (*Luckesi, 1999), a avaliação que se pratica na escola é a avaliação da culpa. Aponta, ainda, que as notas são usadas para fundamentar necessidades de classificação de alunos, onde…

ÁBACO

Ábaco

Primeira máquina de calcular criada pelo homem, há mais de 5,500 mil anos, provavelmente teve origem na mesopotâmia. O ábaco é um dispositivo de cálculo aritmético.

Normalmente é formado em um quadro de madeiras com cordas ou arames transversais, correspondentes cada um a uma posição digital (unidades, dezenas,...) e nos quais estão os elementos de contagem (fichas, bolas, contas,...) que podem fazer-se deslizar livremente.

Permite fazer as quatro operações básicas da matemática que são eles: Adição, subtração, multiplicação e divisão.

Existem vários tipos diferentes de ábacos, mas todos obedecem basicamente aos mesmos princípios.

Algumas hastes podem ser reservadas pelo operador para armazenar resultados intermediários. Com isso, poucas guias são necessárias, já que o ábaco é usado mais como um reforço de memória enquanto o usuário faz as contas de cabeça.

Até hoje o ábaco é utilizado para ensinar às crianças as operações de somar e subtrair. Os gregos e romanos, na antiguidade,…

AS DIRETRIZES CURRICULARES DA PEDAGOGIA - CAMPO EPISTEMOLÓGICO E EXERCÍCIO PROFISSIONAL DO PEDAGOGO

AS DIRETRIZES CURRICULARES DA PEDAGOGIA - CAMPO EPISTEMOLÓGICO E EXERCÍCIO PROFISSIONAL DO PEDAGOGO

José Carlos Libâneo*

O questionamento sobre o curso de pedagogia, sua natureza, currículo e funções, do ponto de vista legal e institucional, na perspectiva crítica, foi iniciado por volta dos anos 1980. Atualmente há vários desacordos entre os educadores em relação àqueles aspectos, mas dois deles parecem ser os mais pontuais: o curso como bacharelado ou como licenciatura e a base curricular assentada na docência ou na pedagogia. No fundo, o debate retoma a antiga discussão sobre a pertinência ou não de se formar especialistas (já denominados técnicos de educação) para atuação nas escolas. O objetivo deste texto é fazer uma análise ampliada da problemática da formação de pedagogos a partir do projeto de Resolução do CNE para as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Pedagogia. Após breve comentário sobre o projeto de Resolução do CNE, o texto faz uma análise do …

Clipe - Maracatu Atômico

Realmente em Pernambuco tem muitos talentos, pena que este já se foi. Este camarada criaou um novo ritmo. É Maracatu atômico.
Pernambuco terra de Paulo Freire, Geraldo Azevedo, Luiz Gonzaga, Alceu valença Alistaé grande. Viva o Sport.

O que é Holismo ?

Holismo
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa

Holismo (grego holos, todo) é a idéia de que as propriedades de um sistema, quer se trate de seres humanos ou outros organismos, não podem ser explicadas apenas pela soma de seus componentes.A palavra foi cunhada por Jan Smuts, primeiro-ministro da África do Sul, no seu livro de 1926, Holism and Evolution, que assim a definiu: "A tendência da Natureza a formar, através de evolução criativa, "tudos" que são maiores do que a soma de suas partes".É também chamado não-reducionismo, por ser o oposto do reducionismo. Pode ser visto também como o oposto de atomismo ou mesmo como do materialismo. Vê o mundo como um todo integrado, como um organismo.De uma forma ou de outra, o princípio do holismo foi discutido por diversos pensadores ao longo da História. Entretanto, o primeiro filósofo que o instituiu para a ciência foi o francês Augusto Comte (1798-1857), ao instituir a importância do …

Reducionismo, O que É ?

Reducionismo:
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Reducionismo, em filosofia, é o nome dado a teorias correlatas que afirmam, grosso modo, que objetos, fenômenos, teorias e significados complexos pode ser sempre reduzidos, a fim de explicá-los, a suas partes constituintes mais simples.

* Reducionismo ontológico é a idéia de que tudo que existe é feito de um pequeno número de substâncias básicas que se comportam de forma regular. Comparar com monismo.
* Reducionismo metodológico é a idéia de que as explicações, como as científicas, devem ser continuamente reduzidas às entidades mais simples possíveis. A navalha de Occam é a base deste tipo de reducionismo.
* Reducionismo teórico é a idéia de que explicações ou teorias antigas não são geralmente substituídas por novas, e sim as novas teorias são refinamentos ou reduções mais detalhadas das antigas.
* Reducionismo científico: tem sido usado para descrever todas as idéias acima no que se refere à ciência, mas é mais frequentemente usad…

O problema não é meu. Até quando?

Todos somos responsáveis, devemos nos colocar numa posição de ajuda e cooperação.
Como foi bem explicado no livro, "O Monge e o Executivo". E com isso assumir nossas responsabilidades.

TDAH e DISLEXIA

Vamos entender um pouco mais deste,problema que atinge de 3 a 5 % da população brasileira. No menu desta tela virtual, você encontrará este tema em 6 partes. E mais 9 vídeos, relacionados ao tema.

Resumo- Uma Didática para a Pedagogia Histórico-Crítica.

Gasparin, J. L. (2002). Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. Campinas, Spain: Editora Autores Associados.ISBN: 85-7496-054-3
212 páginasResenhado por José Florêncio Rodrigues Jr.3 de mayo de 2003AbstractHistorical-critical pedagogy (h-c p) is presented in a version aimed to elementary and secondary school teachers, not scholars. In each of the three parts, the author highlights the theoretical foundation, the practical procedures and an example. Part one concerns social practice and deals with the current level of understanding of the student regarding a scientific topic. Part two, theory: the proximal zone of the student expands on Vigotski’s learning theory as it applies to historical-critical pedagogy. In particular, Gasparin, the author, goes into detail about the proximal zone, the role of imitation in instruction and learning, among other concepts. Part three elaborates on social practice: the student’s current level of understanding. The author discusses how, through…

Planos de Aulas Ensino Fundamental e Médio.

http://neteducacao.globo.com/site/index.jsp
Para ter acesso às aulas, planos clique no título.
Destacado em vermelho.

Residência Médica Normas.

http://portal.mec.gov.br/sesu/index.php?option=content&task=category&sectionid=6&id=101&Itemid=297

Para você ter acesso as normas clique no título. Ou no link abaixo da foto.

Legislação e Normas do Ensino Superior.

http://portal.mec.gov.br/sesu/index.php?option=content&task=category&sectionid=15&id=92&Itemid=306
Cique no título para ir diretamente a página.

Referenciais Currículares Para Educação Infantil.

Para você ter acesso aos RCNEIS, clique em clique aqui. Ou clique na imagem, do volume que você deseja.

RCNEI volume 1. Clique aqui
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf

RCNEI volume 2. Clique aqui.
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/volume2.pdf


RCNEI volume 3. Clique Aqui.
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/volume3.pdf

Resumo: Com todas as Letras.

Com Todas As Letras


Autor : Emilia Ferreiro
Resumo de : Nadeshiko Yue
Visitas: 1484
Publicado em: abril 23, 2007
A autora inicia o tema da alfabetização de crianças na última década do século XX discorrendo sobre o Projeto Principal de Educação para América Latina e Caribe, originado em 1979 numa conferência na Cidade do México. Os três grandes objetivos desse Projeto eram: 1. Conseguir, antes de 1999, a escolarização de todas as crianças em idade escolar, oferecendo-lhes uma educação geral mínima com duração de 8 a 10 anos. 2. Eliminar, antes de 1999, o analfabetismo adulto. 3. Melhorar a qualidade e eficácia dos sistemas educativos mediante reformas adequadas. A crise econômica da década de 1980 impossibilitou que esses objetivos fossem cumpridos dentro do prazo. Mas o primeiro objetivo pode ser considerado cumprido, no sentido de que mais crianças matricularam-se; porém, a população também cresceu consideravelmente. A promoção automática cria uma bola de neve: se a criança não aprendeu …

Avaliação Formativa na educação infantil.

::. Avaliação formativa na Educação InfantilMaria Solange Portela Santarém Maricélia Silva da Cruz
RESUMO: Este artigo tem por finalidade refletir sobre o processo de avaliação na Educação Infantil. Apresenta uma explanação inicial a respeito do significado de avaliação, conforme a visão dos autores e autoras consultados. Verificamos como o processo formal de avaliação é desenvolvido na escola, de acordo com as orientações da LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação - Nº 9.394 de 1996. Investigamos quais as metodologias mais adequadas para acompanhar o desenvolvimento global da criança e oportunizar a todos envolvidos/as, a reflexão e transformação na sua prática pedagógica, levando-os a pensar e repensar na sua postura avaliativa. Sugerimos ainda alguns modelos de avaliação, que podem ser trabalhados na instituição responsável pela educação de crianças pequenas.
PALAVRAS - CHAVE: Avaliação Formativa. Educação Infantil. Portifólio.
INTRODUÇÃO
Brincar com a criança não é perder tempo, é…