Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

III Simpósio Nacional de Psicopedagogia da ABPp, abordando o tema “Psicopedagogia: Novos Tempos... Novos Cenários...”

Simpósio "Novos Tempos, Novos Cenários..."A Associação Brasileira de Psicopedagogia - ABPp - prepara o maior evento de psicopedagogia do Brasil para receber calorosamente todos os psicopedagogos e os profissionais das áreas afins no III Simpósio Nacional da ABPp, com o tema Psicopedagogia: Novos Tempos... Novos Cenários..., que será realizado de 26 a 28 de setembro, em São Paulo, na UNIP - campus Paraiso. Sabemos que o aprimoramento profissional é um requisito para a eficácia de nossa atuação, portanto temos que fazer parte deste evento dedicado à temas que têm exigido dos psicopedagogos habilidade, comprometimento e dedicação.
Aproveite esta oportunidade e participe conosco! Faça sua inscrição com desconto e em duas vezes no boleto ou no cartão de crédito até odia 31 de agosto. Após esta data aceitaremos em duas vezes apenas no cartão.

Mais informações e inscrições no site do evento: www.abppsimposio.com.br
Ou pelos seguintes contatos na Arte em Eventos:

e-mail: cantatoabpp@artee…

LEITURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

LEITURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1.Introdução



A Infância é o momento em que as crianças estão mais propícias a desenvolver hábitos que serão seguidos futuramente, por isso consideramos que seja essencial estimular as crianças a gostarem de ler desde bem pequenas.
É necessário mostrar às crianças que o ato de ler além de poder ser usado como obtenção de informações pode ser muito prazeroso, fantástico e lúdico.


. Nessa idade é possível auxiliar a criança a compreender a si mesma, seu corpo, seus gostos e estimular alguns hábitos desejados pelos adultos.
Podemos, então, inferir que o gosto pela leitura de livros literários possa ser introduzido na vida das crianças desde sua tenra idade. Durante os primeiros anos (antes de ser alfabetizada) a criança ainda não poderá ler, mas poderá ouvir histórias, ver seus parceiros manuseando livros, ela pode folhear livros e ver as gravuras e é através desse contato com o mundo da leitura que o gosto pela mesma pode ser estimulado desde a Educação Infantil.
2…

RESUMO DO LIVRO: Ortografia: ensinar e aprender.

RESUMO  DO LIVRO: Ortografia: ensinar e aprender. Análise crítica das práticas usuais de ensino da ortografia. Segundo o autor o ensino de ortografia não evoluiu como os outros aspectos do ensino da Língua Portuguesa, as escolas continuam tendo dificuldades em promover o conhecimento ortográfico a seus alunos, e as avaliações são apenas para identificar se o aluno esta escrevendo corretamente, isto fica claro ao verificarmos que os exercícios se baseiam em ditados. O autor nos mostra uma pesquisa feita em Recife para alunos da 2ª a 4ª Série da rede Pública, onde se constatou que entre os professores a atividade mais usada para o ensino de ortografia é o ditado, e a correção é feita no quadro para que os alunos possam corrigir o que erraram. Notou-se que os alunos são avaliados apenas como, os que fizeram certo e os que fizeram errado, não se preocupando em saber porquê o aluno escreveu com uma letra diferente e porquê ele achou que se escrevia daquela forma, diante dos erros punem os alun…

Receita para aprender melhor e mais rápido: repetição inteligente!

Obrigado pela visita, e volte sempre.

Os 6 princípios da Gestalt, na sua cara, todos os dias

ARQUITETURAARTCRIATIVIDADEDESIGNSALVE ESTE POST152 Os 6 princípios da Gestalt, na sua cara, todos os diasBY WAGNER BRENNER8 MONTHS AGO139 COMMENTS Em 1920 na Alemanha, um grupo de psicólogos estudava a maneira como nós enxergamos as coisas. Descobriram que o nosso cérebro fica o tempo todo tentando “enxergar coisa” onde têm e onde não têm.“Tudo bem que enxergamos esses elementos todos, mas será que JUNTOS eles viram alguma coisa?” “Será que esses 3 círculos agrupados são descansos de 3 copos… ou será que é o rosto do Mickey?” “Será que esses retângulos enfileirados são containers… ou será que é um trem?” Um jeito fácil de entender é usando esses pequenos desenhos pretos que seus olhos estão captando agora: NACMLEIA = só letras MELANCIA = virou palavra Dependendo do jeito que as coisas são arranjadas, a coisa muda. O cérebro fica tentando tornar explícito, o que está implícito. Resolveram chamar esse estudo de “o todo unificado”, ou em bom alemão, “Gestalt”. O “Junto & Misturado” q…